Blitab: o primeiro tablet em braille

Com o protótipo em mãos, fabricante busca investidores para comercializar produto

O primeiro tablet em braille já saiu do papel (está em estado de protótipo) e agora aguarda investimento para começar a ser comercializado. Caso a rodada de financiamento dê certo, a previsão para início das vendas será o mês de setembro de 2016.



Criação da austríaca Blitab Technology, o dispositivo conta com tecnologia que cria relevo tátil para mostrar gráficos e mapas para pessoas com deficiência visual. “O que estamos fazendo é criar uma tecnologia completamente nova que produz braille de forma inédita sem qualquer elemento mecânico”, disse Slavi Slavev, diretor de tecnologia e cofundador da Blitab Technology.

Outros aparelhos disponíveis no mercado são mecânicos e permitem que apenas uma linha de braille seja gerada de cada vez. Eles também custam o triplo do Blitab, que sai por 2500 euros, cerca de 6 mil reais.



Avançando no campo da acessibilidade para portadores de deficiências visuais, a Blitab Technology já planeja inclusive desenvolver um smartphone em braille. “Acreditamos que as pessoas com deficiência visual devam ser incluídas na era digital na qual vivemos, com smartphones e tablets, mas também garantindo que elas tenham capacidade de fazer tudo que pessoas que enxergam fazem, como navegar na internet, ler e baixar livros”, conclui Slavev.


Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter