Fique atento ao Glaucoma

O glaucoma é uma doença ocular capaz de causar cegueira se não for tratada a tempo

Na última sexta-feira, 26 de maio, foi celebrado o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, segunda maior causa de cegueira irreversível no mundo. Estima-se que entre 2% e 3% da população brasileira acima de 40 anos possam ter a doença, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). É uma doença crônica que não tem cura, mas, na maioria dos casos pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo. Doenças como diabetes, hereditariedade, miopia e lesões oculares são as principais causas do glaucoma.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Instituto Mauá de Tecnologia e Ethos investem em formação para diversidade e inclusão

Curso do Instituto Mauá formou a primeira turma em 2016. Para os novos alunos, conteúdo será centrado em inovação, orientando no desenvolvimento, implementação e gestão de projetos

Uma parceria com o Instituto Ethos baixou o preço da pós-graduação ‘GEDI – Gestão Estratégica em Diversidade e Inclusão’ oferecida pelo Instituto Mauá de Tecnologia, além de modificar o conteúdo do curso.

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Instituto Ayrton Senna lança tirinhas acessíveis para pessoas com deficiência visual

Parceira com o Quadro por Quadro disponibilizará tirinhas semanais do personagem Senninha 

A partir de agora pessoas com deficiência visual poderão ter acesso às tirinhas do personagem Senninha. A iniciativa é fruto da parceria firmada entre o Instituto Ayrton Senna e o Quadro por Quadro, plataforma que reúne quadrinhos e tirinhas acessíveis de personagens como Armandinho e Gui e Estopa. Uma nova história será publicada semanalmente e ficará disponível no site Quadro por Quadro. 

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Criador de Aplicativo Premiado compartilha história de superação

Sabe aquela frase “Você nunca sabe a força que tem, até que a sua única alternativa é ser forte”? Pois é, ela se encaixa exatamente na vida do programador Luiz Eduardo Porto Mariz de Oliveira. Aos 49 anos e atual morador de São Caetano do Sul, ele é um exemplo claro de superação para todas as pessoas que, assim como ele, lutam contra alguns obstáculos devido à falta de visão.

Leia mais...

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter