Acessibilidade na web

Websites acessíveis beneficiam a todos, não somente às pessoas com deficiência

Existem diversas definições de acessibilidade: facilidade de acesso, condição para utilização, autonomia, possibilidade de alcance e de segurança – tanto em serviços de transporte, quanto em dispositivos, sistemas, meios de comunicação e informação. 

Mas você sabe o que representa a acessibilidade na web? Uma grande conquista para mais de 45 milhões de brasileiros – número de pessoas com algum tipo de deficiência no país.




Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Confirmadas as sedes do calendário de eventos 2016 da CBDV

Confira as datas e os locais onde acontecerão as competições 

A Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais definiu todas as sedes do calendário de eventos de 2016. A primeira competição será o Grand Prix Internacional INFRAERO de Judô para Cegos, realizado no Rio de Janeiro – cidade dos Jogos Paralímpicos em 2016 –, de 4 a 6 de março.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Lançamento do Virtual Vision 10: conheça as novas funcionalidades da ferramenta

Suporte ao Windows 10, avisos de links durante a leitura de PDF e leitura de descrições de imagens em documentos são algumas das novas funções apresentadas pela solução

O Virtual Vision (VV) é a solução definitiva para que pessoas com deficiência visual possam utilizar com autonomia Windows, Office, Internet Explorer e outros aplicativos, através da leitura dos menus e telas desses programas por um sintetizador de voz. A ferramenta "varre" os programas em busca de informações que podem ser lidas para o usuário, possibilitando a navegação por menus, telas e textos presentes em praticamente qualquer aplicativo.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Virtual Vision para escolas públicas de todo o Brasil

Detalhes do acordo cooperação técnica firmado entre o Ministério da Educação e a MicroPower

Em 26 de agosto de 2015, foi publicado no Diário Oficial da União o extrato do acordo de cooperação técnica firmado entre o Ministério da Educação (MEC) e a MicroPower, que tem por objeto o licenciamento gratuito do programa Virtual Vision para as escolas públicas de Educação Básica que tenham implantado salas de recursos multifuncionais.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Licenças gratuitas do Virtual Vision são oferecidas para professores da rede estadual

Ação faz parte da parceria entre a Micropower e a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Os professores coordenadores de Tecnologia das Diretorias de Ensino ganharão um novo aliado para trabalhar em sala de aula neste segundo semestre. Em parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, a MicroPower irá oferecer aos educadores da rede estadual licenças gratuitas do leitor de tela Virtual Vision – software voltado para pessoas com deficiência visual, que permite a leitura de programas como Windows, Office, Internet Explorer, entre outros aplicativos, por meio de um sintetizador de voz.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Diversidade Humana: um dos pilares da alta performance

Destaque no Prêmio Learning & Performance Brasil 2015/2016, o momento Diversidade Humana reconheceu as instituições que contribuíram para o desenvolvimento de pessoas em nosso país

Um dos pilares da alta performance é o respeito à diversidade humana. Não por acaso, esse tema teve destaque na agenda do Prêmio Learning & Performance Brasil 2015/2016. Logo no início da cerimônia, Francisco Antonio Soeltl, presidente e CEO da MicroPower e do Instituto Learning & Performance Brasil, apresentou a criação do instituto e reforçou a sua causa:

Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Blitab: o primeiro tablet em braille

Com o protótipo em mãos, fabricante busca investidores para comercializar produto

O primeiro tablet em braille já saiu do papel (está em estado de protótipo) e agora aguarda investimento para começar a ser comercializado. Caso a rodada de financiamento dê certo, a previsão para início das vendas será o mês de setembro de 2016.



Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter

Tecnologia colaborativa

App conecta deficientes visuais a voluntários preparados para ajudar em atividades rotineiras

Equipamentos, sistemas, blogs e apps, cada vez mais, novas tecnologias são criadas para melhorar a vida das pessoas e integrá-las. O Be My Eyes é uma dessas maravilhas. O aplicativo para iOS conecta pessoas com deficiência visual a voluntários dispostos a "emprestar" seus olhos para que sejam usados em tarefas cotidianas, como verificar a validade de um remédio, ler o rótulo de um produto ou saber informações a respeito de determinado local.

Para utilizar o app é preciso apenas uma boa conexão à internet, seja por Wi-Fi ou 3G/4G, pois a ajuda é feita por videochamada. De forma simples e rápida, a pessoa com deficiência visual faz o chamado pelo aplicativo, o voluntário recebe a notificação e, ao aceitar a chamada, a conexão é estabelecida. Usando a voz, o voluntário descreve o que aparece em sua tela. 

De acordo com Hans Jorgen Wiberg, criador do projeto, o app é uma boa oportunidade para o indivíduo ocupado, moderno e com a energia de ajudar os outros. O Be My Eyes já conta com mais de 88 mil voluntários e 6,7 mil deficientes visuais cadastrados. Para incentivar os voluntários, o app ainda concede pontos por cada pessoa ajudada. “Minha esperança é de que, ajudando uns aos outros como uma comunidade online, Be My Eyes possa fazer uma grande diferença na vida cotidiana das pessoas com deficiência visual em todo o mundo”, diz Wiberg.
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter