UNESP cria Planetário para pessoas com deficiência visual


O Grupo de Amadores de Astronomia de Ilha Solteira “Prof. Mário Schenberg” – GAAIS do Departamento de Física e Química da Unesp naquela cidade tem se dedicado à divulgação da Astronomia para estudantes, amadores e para a população da região. 

Com esse objetivo, foram investidos esforços e conhecimento para que pessoas com deficiências visuais (DV) possam aprender alguns conceitos sobre o assunto e adquirir uma melhor ideia de como é o céu noturno, com seus bilhões e bilhões de estrelas e constelações visto por uma pessoa sem deficiência visual.

Foi assim construído por membros do GAAIS e colaboradores um planetário especial. Foi dividido em duas partes, ou seja, foram construídos dois hemisférios, o norte e o sul, contendo algumas das principais estrelas (mais de 500 estrelas) que formam as constelações austrais, boreais e do zodíaco (total de 72 constelações).

Com a metodologia adotada, o DV pode ter uma ideia menos abstrata sobre a distribuição das estrelas na abobada celeste, a magnitude aparente das estrelas e a localização dos astros entre outros conceitos.

A iniciativa, inovadora na região e no país, oferece uma excelente oportunidade para os DVs vislumbrarem novos horizontes. “Para o Grupo, credenciado junto ao CNPq, o projeto é uma maneira de atender melhor e possibilitar a inclusão de pessoas com deficiência visual em mais uma área anteriormente a anos-luz de distância e, agora, possivelmente, a alguns passos de todos”, conclui Cláudio L de Carvalho,  professor da Unesp de Ilha Solteira e coordenador do GAAIS.

Para saber mais sobre o Planetário, entrar em contato com o Prof. Dr. Cláudio L. Carvalho, pelo e-mail: carvalho@dfq.feis.unesp.br ou pelo telefone (18) 3743-1058.
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Google+ Twitter